Grupo de Estudos e Pesquisa em Teoria Política e Pensamento Político Brasileiro.

Quem Somos

Professores Coordenadores


Christian Edward Cyril Lynch (IESP/UERJ)

christian-edward

Nasceu no Rio de Janeiro a 17 de novembro de 1973. Graduou-se em Direito pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) em 1996; obteve seu mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) em 1999 e doutorou-se em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (antigo IUPERJ) em 2007. É professor de Pensamento Político Brasileiro no Instituto de Estudos Políticos e Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ – antigo IUPERJ) e da Escola de Ciência Política da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Leciona Teoria do Estado e Pensamento Constitucional Brasileiro no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Gama Filho (UGF). É coordenador do grupo de trabalho de Teoria Política e Pensamento Político Brasileiro da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS); coordenador-adjunto da Área Temática de Teoria Política da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP) e membro da diretoria do Instituto Brasileiro de História do Direito (IBHD). É atualmente coordenador do programa de pós-graduação em ciência política do IESP-UERJ. É ainda editor da Revista Insight Inteligência. Esteve em 2003-2004 como pesquisador no Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, EHESS, Paris e foi pesquisador visitante da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) entre 2006 e 2010. Foi professor adjunto do Departamento de Direito Público da Universidade Federal Fluminense (UFF) entre 2006 e 2012. É autor de Brésil de la Monarchie à l’Oligarchie: construction de l’État, institutions et représentation politique (1822-1930) (L’Harmattan, 2011 – prefácio de Pierre Rosanvallon).

Academia.edu: https://proped.academia.edu/ChristianLynch
CV Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4706052J2
E-mail: clynch@iesp.uerj.br


Cristina Buarque de Hollanda (IESP/UERJ)

CrisPossui graduação e licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (2000), mestrado (2003) e doutorado (2007) em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ), com período de extensão na Università Degli Studi di Padova, na Itália. Foi professora adjunta do Departamento de Ciência Política da UFRJ, do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da mesma instituição e do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal Fluminense (UFF). Atualmente, é professora no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ), coordenadora do Núcleo de Estudos em Teoria Política (NUTEP) e editora da Revista Estudos Políticos. Tem os seguintes livros publicados: Polícia e Direitos Humanos: Política de Segurança Pública no Primeiro governo Brizola (1983-1986) (Rio de Janeiro: Editora Revan, 2005), Modos da Representação Política: o experimento da Primeira República brasileira (Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009) e Teoria das Elites (Rio de Janeiro: Zahar, 2011).

Academia.edu: https://ufrj.academia.edu/CristinaBuarque
CV Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4706052J2
E-mail: cristinabuarque@iesp.uerj.br

 


Pós-Doutorandos


Angélica Lovatto

angelica2Formação: Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais, Fundação Santo André (FSA), Mestre e Doutora em Ciência Política pela PUC-SP. e Pós-Doutoranda no IESP-UERJ.

Projeto de pesquisa: Desenvolve pesquisa no Pós-Doutorado na área do Pensamento Político Brasileiro.

Áreas de Atuação: Pensamento Político Brasileiro, América latina, Sociologia: teorias do mundo do trabalho, Hélio Jaguaribe.

Atuação acadêmica: tem diversos artigos e capítulos de livro publicados na área do Pensamento Político Brasileiro, movimentos sociais, história política nacional, a esquerda brasileira, etc.. Publicou em 2010 o livro: “A utopia nacionalista de Hélio Jaguaribe: os tempos do ISEB“. É professora do Departamento de Ciências Políticas e Econômicas da UNESP-Marília. 

Academia.eduem breve.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/1013168571628687
E-mail: angel.lovatto@gmail.com


Paulo Henrique Paschoeto Cassimiro

Captura de ecrã 2016-05-20, às 13.38.45Formação: Bacharel em Ciências Sociais (UFF), Mestre em Ciência Política (IESP/UERJ) e Doutor em Ciência Política (IESP/UERJ) com doutorado-sanduíche na Universidade de Pisa – Itália.

Projeto de pesquisa: Desenvolvo pesquisa sobre o pensamento liberal francês entre a Revolução de 1789 e a Restauração de 1814, concentrada na formação dos princípios fundamentais do liberalismo e a historicização dos conceitos políticos.

Áreas de Atuação: Teoria Política Moderna, Teoria da História, Pensamento Político Brasileiro.

Atuação acadêmica: Em março de 2016 defendeu a tese de doutoramento em Ciência Política sob o título “O Abismo do Tempo. História, Liberalismo e Democracia no Pensamento Político Francês (1789-1848)“. Atualmente é professor de Teoria Política na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Academia.edu: em breve.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/5426708717993699
E-mail: phpcassimiro@gmail.com

 


Alunos Pesquisadores


Angelo Remedio Neto

foto-angeloFormação: Bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense (2015). Mestrando em Ciência Política no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – IESP-UERJ (2016 -).

Projeto de pesquisa: Investigar o pensamento político brasileiro na Quarta República Brasileira (1946 – 1964) com foco especial no pensamento e atuação política dos comunistas (PCB). Pretendo analisar a concepção da sociedade brasileira desenvolvida pelos comunistas principalmente no período em que se encontraram na legalidade (até 1947) quando defendida a ‘união nacional’ para o desenvolvimento político, econômico e social do país, mais calcado em um projeto político popular e nacionalista do que em um projeto comunista revolucionário.

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, História do Brasil, Sociologia Política, Segurança Pública.

Atuação acadêmica: Durante a graduação fui monitor de Sociologia e Direito no ano de 2013. Atuei como bolsista de iniciação científica PIBIC/CNPQ de 2014 a 2015. No primeiro semestre de 2016 realizei estágio docência na Universidade Federal Fluminense ministrando a disciplina ‘Discursos Criminológicos’ no Departamento de Segurança Pública da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense. Pesquisador do grupo Beemote.

Academia.eduem breve.
CV Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4636121U7.
E-mail: angeloremedioneto@gmail.com


Antônio Marcos Dutra da Silva

antonio-marcosFormação: Bacharel e Licenciado em História (IFCS-UFRJ), Especialista em Relações Internacionais (UCAM), Mestre em Relações Internacionais (PUC-Rio) e Doutorando em andamento em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Investigar o pensamento político do Visconde de Taunay (1843-1899), compreendendo os nexos que se estabelecem entre sua obra literária, atuação política e atividade jornalística; compreendendo o esforço modernizador de sua geração, a de 1870 (a que pertencem igualmente os abolicionistas Joaquim Nabuco e André Rebouças), e os temas principais de sua ação pública e literária: imigração, abolição da escravatura e relações internacionais; e, por fim, a conversão de seu posicionamento político de saquarema a um saquaremismo ideológico após a deposição da monarquia.

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, Relações Internacionais e História da África, Teoria Política e Literatura, Pensamento Político e Relações Raciais no Brasil, especialmente no século XIX.

Atuação acadêmica: Doutoramento e pesquisa na área de Pensamento Político Brasileiro no IESP/UERJ. Tenho procurado combinar atividade acadêmica com a produção literária. Fui colunista do jornal impresso Tribuna da Impressa, e vencedor da Bolsa de Criação Literária FLIP, e também vencedor do Prêmio Jeune Littérature Latino-Américaine promovido pela Maison des Écrivains Étrangers et Traducteurs – Meet (Saint-Nazaire) na França. De ambos os prêmios resultaram meus dois livros Matacavalos e Dias de Faulkner, este publicado também na França (sob o título de Jours de Faulkner). Participei do blog de literatura Paralelos, quando abrigado no site do jornal O Globo. Participo regularmente de sites literários como Confraria do vento, Portal Literal e Rascunho; e de antologias impressas, dentre os quais destacam-se o texto “Uma possibilidade para a ficção” publicado pela CIEN-DIGITAL, “o papel do livro na cultura brasileira”, publicado em antologia patrocinada pela Academia Brasileira de Letras, então sob presidência do historiador Alberto da Costa e Silva, “O tempo de Antes/Le temps d’Avant” na revista bilíngue Meeting – L’Histoire ou la Géographie (Meet, Saint Nazaire, França) e, recentemente, participei de duas antologias Os Sete (Motor: Ímã Editorial) e Veredas – panorama do conto contemporâneo brasileiro (Editora Oito e Meia). Paralelamente, durante o mestrado em Relações Internacionais (PUC-Rio) pude fazer parte da coordenação do grupo de pesquisa em Agenda Multilateral e Sistema Internacional do think thank BRICS Policy Center (PUC-Rio); a partir da pesquisa então desenvolvida, publiquei em conjunto com a pesquisadora Monica Herz os textos: “A Rússia e a Estrutura Institucional Internacional para o Desenvolvimento Sustentável” Policy Brief. Rio de Janeiro, Editora BRICS Policy Center (BPC) e “Os BRICS em Revisão de Literatura” Working Paper. Rio de Janeiro, Editora BRICS Policy Center (BPC). Os resultados da pesquisa preliminar sobre o pensamento do Visconde de Taunay foram apresentados no III Colóquio Oitocentista UERJ/USP.

Academia.edu: https://independent.academia.edu/ADutra
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/9885903996929132
E-mail: antoniodutrarj@gmail.com


Elizeu Santiago

Formação: BacharElizeuel em Relações Internacionais (UNESA), Mestre em Relações Internacionais (IRI/PUC-Rio) e Doutorando em Ciência Política (IESP-UERJ), com estágio doutoral na Universidade de Harvard..

Projeto de pesquisa: A compreensão do pensamento político imperial aplicado às relações internacional, doravante pensamento internacional brasileiro. Mais especificamente, interessa-nos localizar os principais grupos políticos envolvidos no debate de política externa brasileira em busca da apreensão das respectivas imaginações políticas, assim como analisar a interação entre o pensamento internacional, enunciado pela agência política envolvida no processo de formulação de política externa, e a ação externa do estado imperial, consubstanciada na política diplomática oficial levada a cabo em nome do estado.

Áreas de Atuação: Pensamento Internacional Brasileiro; Política Externa e Pensamento Político do Brasil Imperial.

Atuação acadêmica: Doutoramento e pesquisa em Ciência Política (IESP-UERJ; BEEMOTE). Foi Visiting Fellow na Universidade de Harvard e professor de Relações Internacionais nas Universidades Veiga de Almeida (UVA), Estácio de Sá e IBMR. Atualmente é professor concursado de Relações Internacionais do CEFET/RJ.

Academia.edu: em breve.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/1811905805345392.
E-mail: elizeusantiago@iesp.uerj.br


Flávio Lemos Alencar

foto-perfil-flavioFormação: Bacharel em História (ICHF-UFF), Bacharel em Direito (FD-UFF), Especialista em Política Interacional (FDDJ), Mestre em História (ICHF-UFF) e Doutorando em Direito (Universiteit Leiden).

Projeto de pesquisa: A formação do tradicionalismo brasileiro. A pesquisa pretende identificar e estabelecer o lugar do tradicionalismo como teoria política, diferenciando-o do conservadorismo liberal e de outras posições políticas, e definir as características próprias do tradicionalismo desenvolvido no Brasil, seus principais representantes e as distintas linhas em que se agrupam. O tradicionalismo político no Brasil foi, até o momento, objeto de poucos estudos, apesar da fecundidade desta corrente teórica entre os intelectuais brasileiros até meados do século XX.

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, História Intelectual, História do Brasil, Filosofia do Direito, Filosofia Política.

Atuação acadêmica: Doutoramento e pesquisa na área de Filosofia do Direito, no Instituto para o Estudo Interdisciplinar do Direito, na Universidade de Leiden (Países Baixos), sob orientação do professor Andreas A.M. Kinneging. Entre 2012 e 2013, foi visiting fellow no Russell Kirk Center for Cultural Renewal (Michigan, EUA). Em 2008, foi aluno visitante na Universidade Austral, em Buenos Aires (Argentina), cursando disciplinas na Faculdade de Direito e na Escola de Comunicação. Entre suas publicações, está o verbete “Escravidão”, em coautoria com o professor Daniel Nunes Pêcego, para o Dicionário de Filosofia Política organizado pelos professores Vicente de Paulo Barretto e Alfredo Culleton e publicado pela editora Unisinos em 2010.

Academia.edu: https://uff.academia.edu/FlávioLAlencar.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/0829174612387525.
E-mail: falencar@id.uff.br

 


Gabriel Romero Lyra Trigueiro

gabriel trigueiroFormação: Bacharel em Turismo pelo Centro Universitário da Cidade (2006). Pós-Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Cândido Mendes (2010). Mestre em História pela Universidade Federal Fluminense (2013). Doutor em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017).

Projeto de pesquisa: Tradições políticas liberal e conservadora norte-americanas, sobretudo nos séculos XX e XXI..

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Norte-Americano, História dos Estados Unidos, História Política, História Intelectual, Teoria da História e Relações Internacionais.

Atuação acadêmica: Defendeu em 2017 a tese “Neoconservadorismo versus paleoconservadorismo: um estudo sobre a genealogia do movimento conservador norte-americano no pós-Segunda Guerra e suas principais disputas identitárias“, no programa de Pós-Graduação de História Comparada da UFRJ. Conta ainda com vários artigos publicados a respeito da política americana contemporânea.

Academia.edu: em breve.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/4396463427799582.
E-mail: gabrielromerotrigueiro@gmail.com


Helio Maurício Pirajá Cannone

Hélio NOVAFormação: Bacharel e Licenciado em História (PUC-Rio), Mestrando em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Investigar o pensamento político de Nelson Werneck Sodré com ênfase na sua produção enquanto ocupava a função de Professor de História no ISEB. Com essa pesquisa pretende-se explorar a relação que o autor estabelece entre interpretação histórica e projeto político para o Brasil através de suas concepções enquanto nacionalista e comunista. Também se tem a intenção de compreender o conceito de história presente na obra do autor e como ele operacionaliza o mesmo.

Áreas de Atuação: História do Brasil República, Pensamento político brasileiro, História da historiografia e Teoria da História.

Atuação acadêmica: Mestrado em Ciência Política (IESP-UERJ).

Academia.eduem breve.
CV Latteshttp://lattes.cnpq.br/1423607838076234
E-mail: helio.cannone@gmail.com


João Catraio Aguiar

João CatraioFormação: Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS-UFRJ) com diploma de dignidade acadêmica, Especialista em Políticas Públicas pela Escola de Governo da Universidade Cândido Mendes (EPPGG-UCAM), Especialista em Política e Estratégia (ADESG-RJ), Especialista em Relações Culturais Internacionais (OEI, UNESCO), Mestre em Relações Internacionais pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (PPGRI-UERJ) e Doutorando em Ciência Política na mesma universidade, em seu Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Desenvolve pesquisa no Doutorado na área do Pensamento Político Brasileiro e de Política Externa Brasileira, focando nos anos 1960 e em “momentos autonomistas” no país. Já fez pesquisas culturais na Graduação e no Mestrado e já pesquisou políticas públicas e estratégia em especializações. Pelo Beemote tem pesquisado Pensamento Internacional Brasileiro, pelo Neaape tem pesquisado Processo Decisório.

Áreas de Atuação: Pensamento Político Brasileiro, Análise de Política Externa, Pensamento Internacional, Política Internacional.

Atuação acadêmica: Já apresentou trabalhos em eventos de ABCP, ABRI, FCRB, Nucleas, entre outros. Foi professor de Relações Internacionais na Universidade Católica de Petrópolis e de Sociologia no Colégio Pedro II. Integra os grupos de pesquisa iespianos: BEEMOTE e NEAAPE. É autor do livro “Políticas Públicas do Brasil na Era Vargas (1930-1945): um olhar sobre o econômico, o social, o externo e a defesa”.

Academia.eduhttps://uerj.academia.edu/Jo%C3%A3oCatraioAguiar 
CV Latteshttp://lattes.cnpq.br/6798017324173129
E-mail: jjhhccmmaa@gmail.com


Kaio Felipe

kaio-felipeFormação: Bacharel em Ciência Política (UnB), Mestre em Ciência Política (IESP-UERJ) e Doutorando em Sociologia (IESP-UERJ) e em História Social da Cultura (PUC-Rio).

Projeto de pesquisa: Compreender o tema da crise da cultura moderna nos ensaios de sociologia de José Guilherme Merquior. Pretendo analisar por que este autor, entre as décadas de 1970 e 80, passa a identificar o marxismo, a psicanálise e a arte de vanguarda não como respostas a essa crise da cultura, mas como sintomas da mesma, na medida em que seriam correntes irracionalistas, fechadas em si mesmas e avessas à modernidade.

Também estou pesquisando as obras de Thomas Mann a partir do conceito de Bildung (formação), explorando as relações entre o contexto histórico da Alemanha no período entreguerras com os debates políticos, filosóficos e artísticos presentes nos romances e ensaios de Mann.

Áreas de Atuação: Sociologia da Cultura, Pensamento Social Brasileiro, Sociologia da Literatura, Teoria Sociológica, Teoria Política.

Atuação acadêmica: Doutoramento em Sociologia (IESP-UERJ), em que desenvolvo a pesquisa sobre Merquior, e em História Social da Cultura (PUC-Rio), no qual estou pesquisando sobre Thomas Mann. Desde 2013 exerço estágio-docência em disciplinas introdutórias de Sociologia para a graduação da UERJ, tendo lecionado para os cursos de História, Psicologia, Odontologia e Filosofia. Durante a graduação fui bolsista do Programa de Educação Tutorial em Ciência Política (PET-POL) e, posteriormente, do projeto de extensão Estudos Humanistas. Ao longo do mestrado e do primeiro ano do doutorado participei do Núcleo de Pesquisa em Filosofia das Ciências Sociais (SOCIOFILO). Atualmente participo do grupo de pesquisa Beemote, coordenado pelos professores Christian Lynch e Pedro Villas Boas Castelo Branco, no qual se estudam temas ligados às áreas de teoria política, pensamento político brasileiro e história dos conceitos.

Academia.edu: http://uerj.academia.edu/KaioFelipe
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/3972039349050307
E-mail: kaiofelipe@iesp.uerj.br


Leonardo Seiichi Sasada Sato

leonardo-seiichiFormação: Bacharel em História (UFF), bacharelado incompleto em Direito (UFF), especialista em Educação (UFF), mestre em História (UNIRIO) e Doutorando em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: A pesquisa de doutorado tem como foco o papel atribuído ao Supremo Tribunal Federal durante a Primeira República brasileira, especialmente a partir do pensamento político no período. Para tanto, são analisados debates parlamentares, contextos e tensões políticas, as obras de época sobre o tema, e a jurisprudência do STF publicada em periódicos. A proposta é de compreender o Tribunal e a Justiça Federal no contexto em que foram criados e submetidos às experiências políticas do início do período republicano.

Áreas de Atuação: história do direito, história do Judiciário, pensamento político brasileiro, história da Primeira República, história urbana da cidade do Rio de Janeiro, história oral.

Atuação acadêmica: Doutorado em andamento em Ciência Política no IESP/UERJ. Atuei como professor de História no ensino básico de 2005 a 2013. Fui bolsista de iniciação científica nos projetos “A História e seu ensino: uma leitura a partir de práticas pedagógicas, currículos e livros didáticos” e “Organização do acervo arquivístico da Justiça Federal”. De 2011 a 2015 passei por funções na Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, sendo as de assistente de ensino, assistente de acompanhamento pedagógico e assistente de pesquisa. Esta última função se deu junto ao projeto “O Supremo por seus ministros: a História Oral do STF nos 25 anos da Constituição (1988-2013)”, do qual resultou a publicação dos volumes História Oral do Supremo. No CPDOC/FGV colaborei na atualização do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, entre 2013 e 2015. Em 2015 fui assistente de pesquisa no projeto “Visão dos Advogados sobre as Instituições Jurídicas e o Desenvolvimento Econômico e Político do Brasil”. Participo de grupos de estudos em Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, e Judiciário na Primeira República.

Academia.edu: https://uerj.academia.edu/LeonardoSeiichiSasadaSato
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/4438139623204445
E-mail: lsato@iesp.uerj.br


Lidiane Rezende Vieira

lidiane-rezendeFormação: Bacharel em Ciência Política (CCJP/UNIRIO), Mestre em Ciência Política (IESP-UERJ) e Doutoranda em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Resgatar o pensamento de Evaristo Ferreira da Veiga através da recuperação e análise do periódico Aurora Fluminense (1827-1835), promovendo desta forma uma maior compreensão da influência deste ator para o Liberalismo político brasileiro. Tal exercício analítico será produzido com o pressuposto da teoria elaborada por Benjamin Constant e François Guizot, para fins de delimitar as transformações ideológicas e posicionamentos políticos presentes no periódico ao longo do tempo. Tendo em mente que Evaristo ao iniciar sua participação no jornal era um livreiro e, ao final, um político influente no Partido Liberal Moderado.

Áreas de Atuação: Pensamento Político Brasileiro, Teoria Política, Liberalismo Político e História Política do Brasil no século XIX

Atuação acadêmica: Mestre e Doutoranda em Ciência Política (IESP-UERJ). Estagiária no Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP), responsável pelo site ” Manchetômetro”. Pesquisadora do grupo Beemote, ambos núcleos do IESP.

Academia.edu: https://uerj.academia.edu/LidianeVieira
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/7358862050255037
E-mail: lidianerevieira@gmail.com


Luiz Carlos Ramiro Junior

luis-carlosFormação: Bacharel em Ciências Sociais (IFCS-UFRJ) com intercâmbio na Universitè Paris X – Nanterre, Bacharel em Direito (UFF), Mestre em Ciência Política (IESP-UERJ) e Doutorando em Ciência Política (IESP-UERJ), com estágio de pesquisa no Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte.

Projeto de pesquisa: O Pensamento Político de João Camilo de Oliveira Torres é o tema do projeto de tese de doutoramento, o que envolve questões relativas ao conservadorismo no Brasil, o pensamento político católico, a doutrina social da Igreja, instituições políticas brasileiras e regimes políticos, assim como uma série de outros temas atacados pelo historiador mineiro. Outro foco permanente das pesquisas envolvem o tema da secularização no Brasil: identificar as repercussões dos conflitos a respeito da separação entre Igreja e Estado na política brasileira, no período entre o Brasil Império e a Primeira República. A partir dessa análise traçar reflexões sobre o lugar da religião na política, no direito e na história nacional, tendo em vista os diferentes posicionamentos e ideários políticos e como cada um encara o lugar da religião na esfera pública.

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, História do Direito no Brasil, Segurança Pública, Administração Pública.

Atuação acadêmica: Doutoramento e pesquisa na área de Pensamento Político Brasileiro no IESP/UERJ. Atuei como professor substituto pelo Departamento de Ciência Política do IFCS/UFRJ, ministrando a disciplina de Análise de Políticas Públicas e Ciência Política (para Ciências Econômicas). Sou cocoordenador e tutor à distância do curso de Segurança Pública e Social da UFF, promovido em parceria com o CEDERJ. Escrevi uma série de capítulos de conteúdo para este curso (área de Segurança Pública) e outros para o curso de Administração Pública. Em coautoria com o professor Pedro H. Castelo Branco foi publicado o livro “Estado, Direito e Cidadania em Perspectiva Comparada” (CEDERJ). Atuo como professor de Filosofia do QG do ENEM (curso online preparatório para o ENEM), e professor convidado de Estado, Políticas e Sociedade do Curso de Especialização em Gestão da Inovação em Fitomedicamentos da FIOCRUZ. Desde 2013 exerço a atividade de estagiário-docente para disciplinas de Ciências Sociais na UERJ. Participo de grupos de pesquisa em teoria política e constitucional brasileira, história dos conceitos, direito tributário brasileiro, além de ter realizado demais pesquisas em história do pensamento jurídico no Brasil, e política brasileira. Foi Pesquisador Visitante no Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte, em Frankfurt am Main (http://www.rg.mpg.de/)

Academia.edu: https://uerj.academia.edu/LRamiroJunior
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/3418515004177956
E-mail: ljramiro@iesp.uerj.br


Marcelo Tavares Silva

marcelo-tavaresFormação: Bacharel em História (IFCS/UFRJ), Mestre em Ciência Política (IUPERJ) e Doutorando em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Em meio às investigações acerca do Pensamento Político Brasileiro do século XIX, identificar as particularidades do refinado pensamento de José da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, autor de inúmeros panfletos durante a “guerra literária” que ocorreu às vésperas de nossa independência política (1822), depois deputado constituinte e senador pelo Império.

Áreas de Atuação: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, História Política do Brasil no século XIX, Educação.

Atuação acadêmica: O doutoramento na área de Pensamento Político Brasileiro no IESP-UERJ vive em comunhão com outra paixão: o ensino fundamental e médio. A Licenciatura em História pela UFRJ me apresentou possibilidades de desenvolvimento de estratégias de engajamento e produção de altas expectativas nas escolas. Vivo em meio à produção dessas estratégias. Sou professor dentro de sala e ainda atuo “à distância” como professor de História do QG do ENEM (curso online preparatório para o ENEM).

Academia.eduem breve.
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/2985755993445661
E-mail: marcelo.marcelotavares@gmail.com


Oseias Carmo Neves

oseias fotoFormação: Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL); Mestre em Política Social pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Doutorando em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: A trajetória intelectual de Euclides da Cunha é reveladora de um quadro social e político do Brasil da qual desperta até hoje interesse de pesquisadores em compreender as raízes desses fenômenos. Nesse caso, revistar o pensamento político de Euclides da Cunha implica na compreensão do significado dado por ele a esses vários Brasis. Por certo, sua condição de intelectual imortal passa por releituras desse Brasil profundo, do interior, das contradições e da diversidade, enfim, da busca da modernidade e da consolidação enquanto nação. Brasil que Euclides da Cunha procurou traduzir nos seus escritos e pelo qual objetivamos revisitá-lo em nossa pesquisa.

Áreas de Atuação: Teoria Política; Teoria Social; Pensamento Político Brasileiro.

Atuação acadêmica: Doutorando em Ciência Política pelo IESP-UERJ, foi professor da Universidade Federal do Mato Grosso e atualmente é Professor Assistente da Faculdade de Educação e Ciências Sociais Aplicadas, Universidade do Estado de Mato Grosso.

Academia.eduhttps://independent.academia.edu/OSEIASCARMONEVES
CV Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734775T5
E-mail: oseias@unemat.br


Pedro Paiva Marreca

pedro-paivaFormação: Graduado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); Mestre em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e Doutorando em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ).

Projeto de Pesquisa: Analisar conceitos e linguagens políticas no âmbito do debate intelectual produzido no período compreendido entre 1946 e 1964, para propor uma reflexão sobre o desenvolvimento do pensamento político brasileiro.

Áreas de Atuação: História do Pensamento Político Brasileiro; Teoria Política; Teoria da História.

Atuação Acadêmica: Doutoramento e pesquisa na área de Pensamento Político Brasileiro no IESP-UERJ. Participação no grupo de pesquisa Beemote. Atuação como professor de História em cursos de pré-vestibular comunitário desde 2009.

Academia.edu: https://uerj.academia.edu/pedromarreca
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/8098474311230363
E-mail: pedropaivamarreca@iesp.uerj.br


Tamyres Ravache A. De Marco

TamyresFormação: Licenciada em Ciências Sociais (ICHS/UFRRJ), Mestre em Ciência Política (IESP-UERJ) e Doutoranda em Ciência Política (IESP-UERJ).

Projeto de pesquisa: Origens do nacional-desenvolvimentismo brasileiro. Analisar em que momento a economia se torna, por excelência, a disciplina auxiliar da ciência política brasileira em seu projeto de modernização. Investigar em que momento a pauta da modernização no Brasil se torna industrialista. 

Áreas de Atuação: Teoria Política,Pensamento Político Brasileiro e Desenvolvimentismo.

Atuação acadêmica: Doutoramento e pesquisa atual na área de Pensamento Políticoe Desenvolvimentismo no IESP/UERJ.Atuei como estagiária docenteno Colégio Técnico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CTUR), ministrando a disciplina de Sociologia. Exerci durante dois anos a atividade de monitora da disciplina de Ciência Política na UFRRJ. Integrante dos grupos de pesquisa em Teoria Política (Beemote Teoria) e Pensamento Político Brasileiro (Beemote Brasil).

Academia.edu: https://independent.academia.edu/TamyresRavachedeMarco
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/7534775563333919
E-mail: tamyresravache@ymail.com

 


abcp-2016-grupo

 

X Encontro da ABCP, 2016 – Hotel Ouro Minas, Belo Horizonte